Resiliência e inovação foram fundamentais para enfrentar desafios trazidos pela pandemia em 2020

Um forte trabalho em equipe, uma liderança preparada e uma atuação resiliente e inovadora garantiram que a Socicam enfrentasse os desafios trazidos pela pandemia do novo coronavírus em 2020, mantendo a agilidade e a qualidade dos serviços prestados aos usuários de seus terminais em todo o país.

“O grande aprendizado que tiramos da pandemia foi a capacidade de nos redescobrir. De um dia para o outro, tivemos um impacto em quase 100% de nossas operações e tivemos que nos adaptar rapidamente. Somos uma empresa de quase 50 anos e que atua em contratos de longo prazo, com estabilidade. Com a pandemia, pudemos descobrir nosso lado mais resiliente e inovador”, avalia Wanderley Galhiego Junior, Diretor de Novos Negócios e Inovação.

Para aumentar a agilidade na gestão de suas operações e nas tomadas de decisão, a empresa desenvolveu o Programa Socicam 360, que contempla uma estratégia global que integra projetos complementares e interdependentes sob um mesmo guarda-chuva. O projeto é composto por quatro frentes de trabalho: redesign organizacional, eficiência energética, customer experience e ambientação.

Para enfrentar os desafios trazidos pela pandemia, o projeto de redesign organizacional realizou um trabalho de reengenharia de processos e revisão da estrutura organizacional da Socicam, com foco no trabalho remoto e na utilização do escritório de acordo com as regras estabelecidas para a prevenção do contágio do novo coronavírus.

“No ambiente de trabalho, vimos que o modelo semipresencial é a melhor opção. Isso já existia na empresa, mas se intensificou muito com a pandemia e veio para ficar. No dia 16 de março viramos a chave da empresa para o modelo de trabalho remoto e, como já tínhamos uma infraestrutura tecnológica para isso, foi possível em 24 horas fazer essa mudança tendo o mesmo desempenho e qualidade na entrega, como se todos estivessem no escritório. Foi uma mudança muito tranquila para a Socicam e mostra a resiliência da empresa e sua preparação de acordo com as tendências mais inovadoras”, diz Galhiego.

A automação de processos também foi uma medida importante de redesign organizacional, modernizando o processamento das tarifas de embarque nos terminais rodoviários. Realizado de forma totalmente virtual, o novo processo aumenta a eficiência, exatidão e segurança no controle de tarifas, já que promove uma integração completa entre os sistemas dos terminais e das companhias de transporte rodoviário.

O sistema está atualmente funcionando em mais de 20 terminais da Socicam, entre eles a Rodoviária do Rio de Janeiro, o terminal rodoviário de Campinas e os terminais da Divisão Norte: Fortaleza, Aracaju, Campina Grande, João Pessoa e Natal.

A Socicam também aumentou o uso de Inteligência Artificial (IA) para reforçar as medidas sanitárias de combate à pandemia em suas operações. A inovação foi implementada inicialmente nos três aeroportos administrados pela empresa no estado do Mato Grosso, que receberam câmeras inteligentes que permitem a mensuração de importantes medidas de prevenção ao contágio do novo coronavírus.

Os sistemas de monitoramento e segurança dos terminais de Sinop, Alta Floresta e Rondonópolis estão capacitados para monitorar o uso de máscaras e o distanciamento entre os frequentadores dos aeroportos, realizar a contagem de pessoas nos ambientes, facilitando o controle da ocupação dos espaços, e detectar situações em que as medidas preventivas estão sendo desrespeitadas.

Também parte do Socicam 360, os projetos de Eficiência Energética se concretizaram nas usinas fotovoltaicas no Rio Grande do Norte e Pernambuco, nos projetos de luminotécnica e redução de cargas aplicados em nove empreendimentos. A otimização da utilização dos recursos naturais e a diversificação da matriz energética já eram diretrizes para o aperfeiçoamento das operações na Socicam, mas o cenário da pandemia reafirmou o potencial desses projetos para a gestão eficiente dos custos.

“A área de inovações tecnológicas da empresa terá uma atuação ainda mais forte nos próximos anos. Temos muitos projetos em andamento, que vão trazer mais eficiência, segurança e qualidade para os usuários de nossos terminais”, afirma Galhiego.

Para o diretor, a realidade pós-pandemia trará para todos um desejo maior por experiências, com impactos diretos nos serviços oferecidos pela Socicam. “Esse desejo vai se refletir em um aumento na demanda por viagens. O momento pós-pandemia será o momento de os brasileiros aproveitarem todo o potencial turístico que o país possui. Temos inúmeros destinos maravilhosos onde a Socicam está presente e estamos nos preparando para recepcionar as pessoas de forma cada vez melhor. Queremos contribuir para que os brasileiros possam conhecer cada vez mais o Brasil.”