Com assinatura de contratos de concessão, Socicam se prepara para iniciar gestão de aeroportos do bloco Centro-Oeste

Realizada no dia 6 de setembro, a cerimônia de assinatura dos contratos de concessão dos aeroportos do Bloco Centro-Oeste marcou o início da transição da gestão dos terminais de Cuiabá, Rondonópolis, Sinop e Alta Floresta, localizados em Mato Grosso. O diretor da Socicam Aeroportos, Marco Antônio Migliorini, representou a empresa durante a solenidade, que contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro e do Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

Com a assinatura dos contratos e a conclusão da análise da documentação dos aeroportos pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a Socicam agora se prepara para iniciar os investimentos nos terminais. O foco inicial será o apoio ao usuário, com diversas melhorias que impactarão de forma positiva a experiência dos passageiros nos aeroportos.

Entre as mudanças previstas para esta fase estão a remodelagem do sistema de abastecimento de água e a climatização do terminal de passageiros de Cuiabá, melhorias nos banheiros e na sinalização dos aeroportos e mudanças nas áreas de embarque e desembarque.

“Queremos quebrar o paradigma de que operadores aeroportuários bons só existem fora do país. Somos uma empresa brasileira, com grande capacidade operacional, e nosso trabalho nos aeroportos sob gestão da Socicam mostram que somos plenamente capazes de realizar da melhor forma possível esse tipo de operação”, afirma Marco Antônio Migliorini.

A concessão do bloco de aeroportos Centro-Oeste torna a Socicam a concessionária privada com o maior número de terminais aeroportuários sob sua gestão no Brasil, administrando hoje 14 aeroportos.

“A gestão desses novos terminais é um marco dentro da empresa, pois representa a consolidação da Socicam no segmento de aeroportos de médio e grande porte. É o primeiro passo para uma virada nos negócios da empresa no setor, e a nova marca desenvolvida para os aeroportos destaca esse novo momento”, acrescenta Migliorini.