Visitante pode percorrer quatro trilhas no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

Com mais de 240 mil hectares de natureza, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros possui entre suas atrações diversas cachoeiras, mirantes, poços de água cristalina, nascentes, rios e cânions. Para conhecê-las, os visitantes podem escolher entre quatro trilhas. Confira abaixo os detalhes de cada percurso.

 

Travessia das Sete Quedas

Considerada a mais longa e mais difícil entre as trilhas que compõem o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, a Travessia das Sete Quedas possui extensão de aproximadamente 23,5 km e permanece aberta somente na estação seca, que vai de junho a novembro. A trilha completa pode ser percorrida em dois ou três dias, dependendo do número de paradas e do condicionamento físico dos visitantes, que podem permanecer até duas noites na área de acampamento do parque.

Entre as atrações presentes neste percurso estão o Cânion 1, os poços de banho do Rio Preto, a Trilha das Fiandeiras (uma trilha histórica da época do garimpo na região) e as quedas d’água que dão nome à travessia. O trajeto termina na rodovia GO-239, em uma estrada que segue para Alto Paraíso à esquerda (24km) e para São Jorge à direita (12 km).

 

Trilha dos Saltos

Esta trilha possui 11 km de extensão (ida e volta), que podem aumentar para 12 km caso o visitante também queira conhecer o mirante e o poço do Carrossel. A duração estimada para completar o percurso é de quatro a seis horas, variando de acordo com o tempo de visita a cada atração.

Na maior parte do tempo, o trajeto é feito em terreno acidentado e muito pedregoso, por isso o nível de dificuldade é de moderado a difícil. A trilha inclui a passagem pelo local onde funcionou o maior garimpo de cristal de quartzo da região, de 1912 a 1961, e o mirante do Salto do Rio Preto, ponto mais alto do percurso, de onde se vê uma queda d’água de 120 metros de altura. É possível visitar também a Cachoeira do Garimpão, o mirante e poço do Carrossel e as Corredeiras do Rio Preto.

 

Trilha dos Cânions

Com 12 km (ida e volta), a trilha tem duração de quatro a seis horas e percorre um terreno pedregosos sem muitos aclives, sendo considerada de dificuldade moderada.

O percurso passa pelo Cânion 2, Cachoeira das Cariocas e um grande poço para banho no Rio Preto. Devido à forte correnteza do rio, somente um pequeno trecho do poço pode ser acessado na época das chuvas, de dezembro a maio.

 

Trilha da Seriema

É considerada a mais fácil entre as trilhas disponíveis no parque, indicada para pessoas com dificuldade de locomoção, como idosos, grávidas e crianças. A trilha possui 800 metros de extensão (ida e volta) e pode ser percorrida em 1 hora e 30 minutos.

A caminhada ocorre em terreno plano e bem sinalizado e leva ao córrego Rodoviarinha, onde é possível tomar banho na época das chuvas.

 

Sobre o parque

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros está aberto de terça a domingo, funcionando às segundas-feiras somente em feriados e durante os meses de janeiro e julho. O ingresso custa R$ 17 para brasileiros, R$ 34 para estrangeiros e R$ 3 para os moradores do entorno. Crianças de até 12 anos e adultos acima de 60 anos têm entrada gratuita. A entrada do parque está localizada no distrito de São Jorge, a 36 km do município de Alto Paraíso de Goiás e a cerca de 260 km de Brasília.

Vencedora da licitação de concessão do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (GO), a Socicam irá administrar a visitação ao local pelos próximos 20 anos, em parceria com a empresa Parquetur, por meio do consórcio Sociparque. É a primeira vez que a Socicam, líder na área de concessões de infraestrutura de mobilidade no Brasil, torna-se responsável pela gestão da visitação de uma unidade de conservação.